(44) 99880-0690 contato@dinamicaej.com.br UEM - Maringá/PR

Data Driven: Conheça as vantagens desta cultura movida por dados

cultura de dados

A Cultura de Dados visa padronizar os dados de modo a potencializar as tomadas de decisão de líderes, proporcionar otimizações e garantir maior competitividade para a organização.

Com o passar dos anos, a tecnologia vem crescendo e conquistando um espaço cada vez maior dentro do mercado. As empresas estão migrando para plataformas onlines e aderindo à transformação digital.

A partir disso, entramos na chamada “revolução dos dados”. Com o mundo todo conectado, organizações conseguem obter dados sobre comportamento de consumidores afim de potencializar os processos da empresa.

Sendo assim, torna-se possível utilizar dados para realizar análises completas sobre as áreas do negócio e, a partir disso, otimizar os resultados e traçar estratégias para que a meta final seja alcançada.

Desse modo, essa nova cultura impulsionada pelo surgimento exponencial de dados com certeza surgiu para ficar e, com ela, você pode alavancar seus resultados! Continue acompanhando o post para saber mais!

Mas afinal, o que é Cultura de Dados?

Basicamente, a cultura de dados tem como finalidade principal priorizar os dados que a empresa tem acesso para auxiliar e contribuir para tomadas de decisões mais assertivas.

Com ela, as decisões não são mais tomadas apenas baseadas em experiências passadas e intuições, mas sim em dados concretos.

Para que essas análises sejam possíveis, é preciso manter um acompanhamento dos indicadores e das métricas já presentes dentro da organização.

Além disso, e talvez o mais importante, a cultura de dados deve, de fato, estar extremamente presente dentro da própria cultura organizacional do negócio em questão.

Vale ressaltar que antes de tomar qualquer decisão, é preciso garantir que os dados são concretos e possuem credibilidade para não proporcionarem análises equivocadas.

Ou seja, não tomar decisões totalmente às cegas, dando espaço e vantagem para a concorrência. Ainda, é preciso sempre manter a privacidade de todo o insumo presente nas análises.

Em síntese, a cultura de dados enraizada na empresa consiste no Data-Driven. Muito se tem ouvido falar de Data Driven, mas afinal o que isso significa? 

De maneira simples, assim como citado acima, Data Driven é a cultura de se tomar decisões assertivas embasadas em dados da organização. 

Dessa forma, quando uma organização toma decisões e traça estratégias depois de usar dados para entender seus clientes e o mercado, essa empresa tem a cultura Data Driven implementada. 

Segundo o relatório Insights-Driven Businesses Set The Pace For Global Growth, publicado pela Forrester, em 2018, organizações na cultura Data Driven crescem mais de 30% anualmente. 

Além disso, ter acessos a essas informações proporcionadas por essa cultura dos dados vão trazer respostas para perguntas como:  

  • Qual o perfil do meu público para a campanha de publicidade? 
  • Quais fornecedores são confiáveis para fazer parte da minha estratégia organizacional? 
  • Quais fatores que tornam a concorrência uma ameaça ao meu negócio? 
  • Qual é o risco de se oferecer crédito a um determinado perfil de cliente? 

Data Science como cultura de dados

Relacionado a esse assunto de data driven e cultura de dados, entramos na questão do Data Science.

Empresas que utilizam dados para conseguir análises também podem investir no Data Science. É um termo que vem ficando um pouco mais conhecido, mas se você ainda não conhece, vamos te explicar!

Resumidamente, Data Science faz parte da cultura de dados da empresa e traduzido ao pé da letra, consiste na “ciência dos dados”. Ou seja, é um estudo que utiliza métodos para entender os dados.

Fazendo uso dele, é possível obter diferentes análises e pontos de vista, alinhando-os para que a resolução de problemas possa ser colocada em prática, e consequentemente, obter alcance de resultados expressivos.

O método do Data Science na aplicação dentro das empresas consiste, primeiramente, em uma observação dos dados. A partir disso, a equipe deve gerar hipóteses e fazer as experimentações.

Uma vez que essas experiências foram colocadas em prática, é possível obter análises completas e detalhadas.

Agora, talvez você possa estar se confundindo com Big Data… e qual a diferença entre elas? De forma direta, a maior diferença consiste no volume de dados.

Com o uso de plataformas Big Datas, a quantidade de informações é extremamente alta e chegam para o usuário em uma velocidade muito rápida. Sendo assim, é necessário selecionar as informações relevantes e pertinentes.

E, para fazer esse filtro da forma ideal, o usuário em questão precisa apresentar uma boa capacidade analítica. A partir disso, otimizações também podem ser levantadas, gastos e custos diminuídos, e, consequentemente, o lucro aumentado.

Quais análises o Data Science possibilita obter?

Como já citado ao longo do nosso conteúdo, através da utilização dos dados é possível alcançar resultados. Existem diferentes análises que a equipe pode obter através deles, como por exemplo:

  1. Descritiva: aqui, o foco será no passado para de fato entender o que já ocorreu.
  2. Diagnóstica: já nessa análise, será analisado o motivo das ocorrências terem acontecido.
  3. Preditiva: aqui, será analisado o que já aconteceu para, assim como o nome já diz, prever o que pode vir a acontecer.
  4.  Prescritiva: por fim, através da análise preditiva citada acima, será prescrito o que será feito para alcançar essas previsões. Ou seja, qual será a ação e a tomada de decisão.

Por que vale a pena investir na Cultura de Dados? 

De uma forma rápida, pense se estivesse perdido em uma cidade que nunca visitou e precisasse chegar logo à estação. O que você faz? Busca informações! Portanto, olha as placas com os nomes das ruas, pergunta aos moradores, consegue um mapa. 

Afinal, você sabe que a melhor maneira de chegar à estação em segurança e com rapidez é colhendo dados e informações. 

Logo, agora pense em uma loja de camisetas. Você sente que está perdendo os clientes e precisa inovar seus produtos. Mas…. espera um instante!

Você tem certeza de que precisa melhorar os produtos? Será que seu problema não está no atendimento aos clientes? Bom, mas e na hora de inovar, eu devo focar em qual seguimento de clientes? Afinal, eu conheço a personalidade deles?  

Com isso, se você coleta as informações e trata esses dados, a confiança para tomadas estratégicas surge naturalmente! Assim, você passa a saber o que está fazendo de melhor para seu cliente e pela empresa. 

Portanto, a cultura de Data Driven vai possibilitar à empresa informações. E no mundo de hoje ser bem-informado é fundamental!  

As vantagens de se ter dados para embasar suas decisões são: 

  • Decisões assertivas e possibilidade de inovação;  
  • Diminuição dos custos para desenvolver ideias;  
  • Redução da ocorrência de erros;
  • Capacidade de tomar decisões emergenciais com segurança; 
  • Desenvolvimento de estratégias futuras e certeiras. 

Como aplicar a Cultura de Dados na minha organização? 

Desta forma, a cultura de dados e a cultura de implementar o Data Driven na empresa dependem de uma gestão seguida por dados como acabamos de entender.

O primeiro passo para que isso funcione para a sua empresa é que essa cultura seja implementada e disseminada para a empresa como um todo. Assim, haverá um entendimento de todos acerca da importância de se basear nos dados e isso acaba fazendo com que a cultura de fato seja implantada.

Porém, também é necessário que os dados sejam coletados para serem analisados e combinados.  Sendo assim, para aplicar esse conceito, você precisa ser capaz de analisar as informações de várias fontes, e depois tratar esse material. 

Para que essa análise seja feita de forma correta, se faz importante a realização de treinamentos e capacitações. Isso porque se não há pessoas capazes de interpretar e entender os dados corretamente, todas essas informações perdem seu potencial de agregarem ao negócio.

Em vista disso, esses dados podem ser coletados de diversas maneiras (CRM, dados de mercado, sistema de vendas, redes sociais, cadastros no site, etc.).

Logo, depois de coletados os dados, é necessário entender e integrar essas informações. Afinal, de nada adianta ter tantos dados e não saber interpretá-los e tomar decisões a partir deles, não é mesmo? Uma ferramenta muito conhecida usada para analisar dados é o Power Bi

Baixe nosso dashboard gratuito de Power Bi preenchendo o formulário abaixo!

Dessa forma, as tomadas de decisões orientadas por dados, são uma questão de sobrevivência no mundo empresarial. Mas atenção, uma nova lei de proteção de dados foi aprovada, então fique atento a quais informações você pode salvar para estudar depois. 

E o melhor é que análises de dados podem servir para muitas áreas de diferentes segmentos! Além do setor financeiro, entendendo como o consumidor se comporta, essas análises também são úteis para o varejo!

Com elas, é possível analisar sazonalidades e lançar promoções exclusivas para atrair clientes. Ainda, também é possível fazer análises de Marketing sobre previsão de leads e de vendas!

Conclusão

Por fim, podemos concluir que implementar a cultura de dados dentro da organização virou uma necessidade, não é mesmo? Para se manter competitivo frente à concorrência e garantir o destaque da sua empresa, essa cultura é fundamental!

Então, quer cultivar a Cultura de Dados, Data Driven e Data Science na sua organização com segurança? Nós aqui da Dinâmica Consultoria oferecemos um serviço de Análise de Dados. 

Através dele, é possível traçar estratégias e identificar as causas raízes de obstáculos que sua empresa enfrenta. Isso torna-se muito mais fácil e visual através da criação de dashboards interativos, garantindo a boa interpretação e compreensão dos dados!

Por isso, não perca tempo! Entre em contato conosco para traçarmos soluções inovadoras para seu negócio juntos!

E você? Já tinha ouvido falar da Cultura de Dados? Já aplica essa cultura na sua empresa? Deixe seu comentário e me conte como vai lidar com os dados daqui em diante. 

Por: Rebeca Paiva

51 / 116

Deixe uma resposta

Required fields are marked