pesquisas qualitativa e quantitativa

O que são pesquisas qualitativas e como usar seus resultados para alavancar meu negócio.

Quais as diferenças entre uma pesquisa qualitativa e uma pesquisa quantitativa? Quando usar? Quais as finalidades e análises que consigo realizar?

Principais diferenças

Para iniciarmos nosso assunto é necessário que esteja claro a diferença entre pesquisas qualitativas e pesquisas quantitativas:

  • Pesquisa Quantitativa

A pesquisa quantitativa, geralmente é aplicada com indivíduos que fazem parte de um determinado grupo, onde são selecionados a partir de uma amostra estatística de determinada população, com índices de confiabilidade e erro. Seu principal objetivo é compreender e relacionar comportamentos, preferências e ações desses indivíduos. Os dados gerados a partir desse tipo de pesquisa podem ser usados de forma numérica e são estatisticamente utilizáveis.

  • Pesquisa Qualitativa

A pesquisa qualitativa é usada para colher opiniões, feedbacks, motivações e características subjetivas. É muito empregada para o desenvolvimento de novas ideias ou hipóteses, onde utiliza de entrevistas, questionários abertos e muitas observações. O grupo de pesquisa selecionado representa uma amostra significativamente menor e suas análises podem ser acompanhadas ao fim de cada aplicação, sendo essas duas das principais diferenças da pesquisa quantitativa.

Lembrando que não há um tipo melhor ou pior de pesquisa, há apenas o tipo de pesquisa que atenda a sua necessidade e seu objetivo final.

 

Beleza, mas quanto à aplicabilidade, onde cabe usar uma pesquisa qualitativa ou quantitativa?

Antigamente, quando se queria abrir um novo empreendimento era senso comum indicar: “Para seu negócio dar certo é necessário que você inicie estruturando um plano de negócios!”.

Entretanto, parte do plano de negócios prevê uma pesquisa quantitativa para a validação de mercado, onde se extrai uma amostra estatística de uma determinada população para conseguir tirar análises válidas. Processo geralmente trabalhoso, porque requer a aplicação de pesquisas com um número elevado de indivíduos.

Esta é uma alternativa interessante para quando você já tem sua ideia bem estruturada e procura uma validação maior para lançá-la no mercado.

No entanto, empresas que querem uma resposta do mercado muito antes de lançar um produto/serviço preferem utilizar a pesquisa qualitativa. Isso se deve ao fator tempo, pois em estágios iniciais de desenvolvimento é comum existirem muitas dúvidas e questionamentos quanto à persona para a qual se está construindo uma solução.

 

Muito legal, mas como garantir que selecionei as pessoas certas para a pesquisa qualitativa? Todas as vezes que um usuário tiver uma resposta diferente estarei sujeito a tomar planos de ação sem embasamento?

 

Segundo a Nielsen Norman Group, uma firma americana de consultoria e interface de usuário, você precisa apenas de 5 usuários para realizar um teste de usabilidade e obter 85% dos problemas encontrados no seu produto/serviço. No entanto, se você quiser encontrar 100% dos problemas, é necessário aplicar os testes com pelo menos 15 usuários. Em resumo, após 5 entrevistas sua taxa de retorno cai significativamente e fica a seu critério a escolha do tamanho da amostra.

gráfico mostrando o crescimento da quantidade de problemas achados pelo número de usuários que realizarão o teste

 FONTE: www.nngroup.com

Tipos de pesquisas qualitativas

Cliente oculto

No cliente oculto são selecionados usuários com perfis pré-estabelecidos para utilizar de algum serviço ou produto e avaliar a experiência vivenciada. É bastante utilizado para avaliar aspectos de atendimento e serviço.

Os usuários selecionados se passam por clientes sem que a equipe da empresa saiba. A partir da experiência são colhidos os feedbacks dos participantes e realizadas análises e decididos os planos de ação conforme os resultados obtidos.

 

Teste de Usabilidade

O teste de usabilidade é bastante utilizado para a avaliação de produtos e softwares, onde os usuários, que são previamente selecionados de acordo com o perfil – alvo adequado, manipulam e fazem uso dos protótipos ou produtos dando seu feedback quanto a experiência.

Há diferentes formas de guiar um teste de usabilidade. Uma das maneiras é com a utilização de um entrevistador, que conduz a experiência juntamente com o usuário e a equipe que desenvolveu a solução acompanha o teste remotamente, tomando notas dos feedbacks.

 

pesquisa qualitativa realizada ao vivo com o clienteFONTE: blog.mastertech.com.br

Grupo Focal

O grupo focal nada mais é do que uma reunião de indivíduos com perfil pré-determinado, a fim de promover um debate sobre algum assunto ligado a um interesse da empresa.

Há a necessidade de um facilitador, que deve ser imparcial e deve conduzir a discussão de forma que o grupo consiga manter a conversa sem monopólios de fala e superficialidade.

As análises partem dos aspectos levantados pelo grupo, além de seus comportamentos e atitudes durante as discussões.

 

Existe espaço para a utilização dos dois tipos de pesquisa! Tudo o que você precisa entender para escolher um tipo, é o seu principal objetivo com a pesquisa. Validar uma hipótese? Melhorar um produto? Lançar no mercado?

Esperamos que esse texto tenho ajuda a clarear algumas dúvidas. Se quiser saber um pouco mais sobre Cliente Oculto ou Como Fidelizar clientes já temos textos escritos aqui no blog!

Autora: Isadora Scussel