(18) 99781-7677 contato@dinamicaej.com.br UEM - Maringá/PR

Análise de Custeio: Como Precificar Corretamente o seu Preço de Custo e Venda

O mundo dos negócios está se tornando cada dia mais competitivo, e isso não é novidade para ninguém. Assim, para obter destaque dentre outras organizações e a concorrência, é necessário traçar estratégias.

Uma delas, e talvez a mais importante, é o controle e conhecimento sobre gestão financeira. Ou seja, saber quais são os pontos importantes para manter a sobrevivência da organização é fundamental.

Com isso, fazer um detalhamento dos gastos e custos ajuda a manter a saúde financeira do negócio. Além disso, saber exatamente quanto custa seu produto ou serviço deixa sua empresa vários passos à frente de muitas outras. E a boa notícia: é possível obter esse conhecimento através do custeio.

Você sabe o custo real do seu produto? Se a resposta tiver sido não, fique tranquilo pois nesse post abordaremos alguns métodos de custeio que irão te ajudar a adotar uma precificação justa e coerente aos gastos dessa produção. Confira!

O que é?

Mas afinal, no que consiste um custeio? Resumidamente, o custeio tem como objetivo encontrar o custo real do produto ou serviço, de modo a estabelecer o custo final. A partir dele, é possível realizar a precificação assertiva em cima da venda.

Desse modo, a visualização da margem de lucro torna-se mais clara, e passa a ser mais garantido o alcance do lucro de um produto ou serviço que está sendo comercializado.

Além disso, o custeio colabora com a criação de uma cultura de redução de custos da empresa. Ou seja, com uma boa estruturação do mesmo, é possível reduzir as despesas sem perder a qualidade nas entregas.

Só pontos positivos, não é? Então continue acompanhando para saber mais!

A importância da análise de custeio

Introduzindo um pouco mais a fundo, falaremos sobre a importância disso e porquê você deve realizar uma análise de custeio.

Para que o negócio ou indústria tenha uma vida financeira saudável, deve-se ter o domínio de todas as margens. Por isso é crucial saber o quanto é gasto para a produção de um determinado produto ou até mesmo a entrega de um serviço.

Entretanto, não ter esse conhecimento em valores é muito mais comum do que se imagina. Dessa forma, o desconhecimento dos custos dentro de uma empresa pode levá-la a uma dívida exorbitante ou até mesmo a falência.

Isso porque, muito provavelmente, a empresa está vendendo algo por um preço menor do que foi gasto sobre ele, gerando um prejuízo. Assim, esse prejuízo se acumula a cada ciclo de produção ou prestação, agravando ainda mais a situação.

Portanto, é aí que percebemos o quão importante é ter esses controles de custos. Além disso, o controle eficiente auxilia nas tomadas de decisões e controle de operações. E, também, possibilita a obtenção de um nível adequado de rentabilidade.

Desse modo, é possível analisar mais facilmente o retorno sobre o capital investido em um determinado objetivo. Porém, as informações de custeio devem estar estruturadas de forma a atender as necessidades específicas dessa organização.

Também, é possível traçar o nível de excelência que uma organização deseja alcançar.

Conceitos Básicos

Agora que você já sabe a importância de se realizar uma análise de custeio, abordaremos seus métodos de aplicação. Mas antes disso, falaremos um pouquinho sobre alguns conceitos básicos que, por mais que sejam simples, muitas vezes são confundidos pelas pessoas.

O mais abrangente do mundo das finanças é o gasto. Consiste no compromisso financeiro para adquirir bens. E, para que seja possível realizar tal aquisição, é necessário gerar um desembolso.

Os gastos podem ser divididos em:

Custos

Basicamente, são todos os gastos necessários para, por exemplo, fabricar um produto, executar um serviço ou até mesmo comprar algo para revender.

Os custos podem ser separados em quatro subconjuntos: custos diretos e indiretos, custos fixos e variáveis.

Os custos diretos interferem diretamente na fabricação de produtos ou prestação de serviços. Estes devem fornecer a quantidade de cada elemento consumido.

Já os custos indiretos interferem indiretamente na fabricação. Por esse motivo, eles não são tão facilmente identificados.

Os custos fixos independem da quantidade produzida, ou seja, eles permanecem iguais, como o aluguel do estabelecimento, por exemplo.

Em contra partida, os custos variáveis dependem dessa quantidade, podendo aumentar ou diminuir conforme o nível produzido.

Despesa

Além disso, outro conceito básico interessante de ser citado aqui é a despesa. Essa não se relaciona de nenhuma forma com os serviços prestados ou produtos fabricados. A despesa consiste nos gastos para manter a boa estruturação e organização da empresa, por exemplo, setor de administração e marketing.

Investimento

Por fim, o investimento consiste no ato de aplicar um certo capital com o objetivo de obter benefício. Vale ressaltar que para que um investimento seja de fato lucrativo, sua taxa de lucro deve ser superior aos custos. Por isso é muito importante saber onde e de que forma você realiza um investimento para não ter surpresas negativas futuramente.

Métodos da análise de custeio

Provavelmente você já deve ter entendido a importância de se ter noção e controle do verdadeiro custo de tudo que você vende, não é mesmo? E para isso, é necessário saber qual o método mais indicado para a situação da sua empresa.

Então agora é hora de colocar isso em prática! Vou apresentar alguns métodos mais comuns que possibilitam que tais análises sejam feitas.

  • Custeio por absorção

O custeio por absorção apropria todos os custos fixos e variáveis aplicados a um período. Seu primeiro passo é separar os gastos em despesas, custos e investimentos, já citados anteriormente. Nesse caso, os custos caem no preço final do produto. Em seguida, os custos são separados entre diretos e indiretos.

O método por absorção é muito utilizado em empresas que realizam fabricação em série. Vale lembrar que ele só será possível de ser realizado se todas as informações necessárias estiverem claras.

  • Custeio variável

 Para esse método, apenas os custos diretos e indiretos são levados em consideração para apuração de valores.

A partir dele, é possível entender como o financeiro pode ser afetado pelo volume de vendas. Ou seja, é possível ter o conhecimento de quanto é preciso vender para cobrir as despesas.

A partir disso, torna-se possível traçar estratégias, como por exemplo, determinar o valor máximo para desconto.

  • Custeio padrão

O custeio padrão se diferencia um pouco dos já citados. Ele consiste em um custo planejado e previsto, pois é calculado antes do início da produção. Dessa forma, é possível estabelecer um certo padrão dos gastos e obter um controle maior.

Assim, a empresa já tem conhecimento sobre todos os recursos que serão utilizados. Sendo assim, seu objetivo consiste em ressaltar as imperfeições e ineficiências da linha de produção.

Desse modo, é feita uma comparação entre o planejamento e os gastos ocorridos de fato, verificando a existência de variações. Se existir, significa que os gastos foram maiores do que previstos, e por isso, são realizados planos de ação corretivos.

  • Custeio ABC

No custeio ABC, o custo final estabelecido depende das atividades realizadas durante a fabricação. Ou seja, os custos indiretos são levados em consideração.

Dessa forma, seu método é dividido em etapas. A primeira consiste na priorização de atividades. Em seguida, são feitas atribuições dos custos em cada atividade priorizada, por apropriação direta, rastreamento ou rateio.

Sendo assim, com a utilização do método ABC, é possível identificar as atividades que não agregam valor (NVA’s), o que aumenta a margem de lucro do produto.

Se você deseja ter um conhecimento mais detalhado sobre os métodos de análise de custeio, não deixe de baixar nosso e-book sobre custeio. Confio que você não irá se arrepender!

 

Markup

Como já vimos, é necessário considerar todos os gastos até que o produto ou serviço seja entregue ao cliente. Assim, uma boa referência para se adotar é o markup. Isso porque abrange o valor compatível a todos os processos realizados até que se atinja um resultado.

Desse modo, o markup é calculado de acordo com todas as despesas operacionais e o custo operacional, além de levar em consideração a margem de lucro.

Sendo assim, cada um desses valores devem ser muito bem classificados para que os números finais sejam assertivos.

Margem de Lucro

Através do markup, também é possível definir a margem de lucro do produto ou serviço dentro de um intervalo.

Basicamente, a margem de lucro é uma porcentagem da venda que consiste no lucro do negócio em questão. Praticamente, é o valor que sobra, ou seja, o valor que resta depois que todas as despesas usadas para a produção são descontadas.

Conclusão

Por fim, vimos que a análise de custeio com uma boa estruturação e controle dos custos e despesas da sua empresa são essenciais para garantir a saúde financeira da mesma.

Dessa forma, é necessário possuir um certo domínio de finanças para conseguir fazê-lo com sucesso e garantir a sobrevivência do negócio.

Portanto, se você ainda não sabe quanto custa seu processo produtivo para calcular o preço de venda, nós temos uma solução! Tenho certeza que pode te ajudar!

A Dinâmica Consultoria oferece um serviço de custeio, o qual visa descobrir o custo real do produto e trazer mais lucro para a empresa. Através de cálculos, é possível identificar todas as despesas envolvidas no processo de fabricação. Assim, consegue-se obter a precificação ideal, além de levantar melhorias para reduzir ainda mais esses custos, aumentando o lucro.

Então, se você deseja aumentar a competitividade da sua empresa frente ao mercado e aumentar a lucratividade do seu negócio, não deixe de checá-lo aqui para saber mais!

Além disso, disponibilizamos um e-book gratuito e um infográfico para você ficar ainda mais por dentro desses conceitos!

Entre em contato conosco e fale com um especialista para conseguirmos calcular, priorizar e reduzir suas despesas juntos para alavancar os lucros do seu empreendimento!

99 / 109

Deixe uma resposta

Required fields are marked